Ajuste nas contas: Em Peixe, José Augusto diminui R$ 620 mil com gasto com pessoal

A Prefeitura de Peixe pagou o primeiro salário da nova gestão aos servidores municipais neste primeiro dia útil do mês de fevereiro. O salário dos servidores é referente ao mês de janeiro e reflete na folha uma economia de mais de meio milhão de reais. A redução deve­ se às exonerações de cargos que não eram necessários, criados pela administração passada. Durante um ano o valor economizado corresponderá a, aproximadamente, R$ 7,5 milhões, quase o total utilizado para pagar sete meses e meio de salário aos servidores.

 Segundo o secretário de Administração e Finanças, Gengiskan Alencar, a folha de pagamento da gestão passada, era extremamente inflada e ultrapassava a necessidade da administração municipal. “Falando apenas em números, o pagamento da folha chegava ao valor de R$ 1.621.312,47, com a lotação de 732 servidores. Após a nossa reforma administrativa, reduzimos o quadro para 604 servidores e uma folha de R$ 999.914,13. Uma diminuição de 128 servidores e mais de 620 mil reais!” comemorou o secretário.

 

Questionado sobre como conseguiu essa redução econômica, mantendo a eficiência da administração, o prefeito Zé Augusto, destacou que esse modelo de gestão só depende da organização com o dinheiro público e o zelo com o servidor municipal.

 “Conseguimos esse mérito de reduzirmos o quantitativo de servidores, trabalhando apenas com o necessário e  valorizando o serviço prestado. Antes os servidores eram pagos somente no dia 25 do mês posterior, e essa foi uma das maiores reclamações. Na nossa gestão o pagamento é no primeiro dia útil e assim conseguimos manter o entusiasmo do trabalhador que recebe seu salário na data correta. Estamos organizando, zelando e direcionando com responsabilidade, cada centavo do dinheiro do nosso povo peixense”, explicou o prefeito.

Compartilhar

Desenvolvido por