Hospital Municipal Antônio Pires tem irregularidades sanadas no CRM-TO

O Conselho Regional de Medicina do Tocantins (CRM-TO), após denúncias recebidas, realizou no ano de 2015 (Processo de Fiscalização n.º 150/2015), inspeção no Hospital Municipal Antônio Pires detectando inúmeras irregularidades, nomeadamente: prontuário médico inadequado, falta de materiais e medicamentos (pasta d’água, amiodarona, ampicilina, bicarbonato de sódio, cetoconazol, ceftriaxona, cloreto de sódio, colagenase, agulha para seringa, fita micropore entre outros). Tais irregularidades ofereciam riscos aos clientes/pacientes e ao próprio funcionamento regular da unidade.

Em março de 2018 uma nova vistoria foi realizada pelo Departamento de Fiscalização do CRM-TO, onde constatou-se que todas as irregularidades antes presentes haviam sido sanadas. Isto posto, optou-se pelo arquivamento do processo presente na instituição.

Compartilhar

Desenvolvido por